Top facts & stats on food systems and nutrition

PRINCIPAIS DADOS SOBRE SISTEMAS ALIMENTARES E NUTRIÇÃO

Hoje, a má alimentação é o principal fator que eleva o peso das doenças no mundo. Enquanto mais de 800 milhões de pessoas ainda vivem com fome crônica, a população global é cada vez mais afetada por taxas crescentes de sobrepeso e obesidade, e espera-se que afetarão uma em cada duas pessoas até 2030.

Na semana que antecede o Dia Mundial da Alimentação, o Global Panel se alia a organizações críticas líderes para promover conscientização sobre sistemas alimentares e nutrição.

Nosso objetivo compartilhado é a promoção do bem-estar e do desenvolvimento humano. Como o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 2 - Fome Zero reconhece, a fome e a desnutrição permanecem como enormes barreiras ao desenvolvimento em muitos países. Portanto, é crucial permitir que os sistemas alimentares apoiem o acesso a alimentação de alta qualidade para todos.

Esse esforço também representa o compromisso do Global Panel em contribuir para "Fazer a Diferença em Segurança Alimentar e Nutrição", durante o 44º Comitê de Segurança Alimentar Mundial que ocorre na sede da FAO de 9 a 13 outubro de 2017.

Em inglês

VOCÊ SABIA?

A partir de 850 fontes, os dados abaixo fundamentam o Relatório de Foresight do Global Panel e os sumários técnicos e de políticas sobre sistemas alimentares.

DADOS SOBRE SISTEMAS ALIMENTARES E ALIMENTAÇÃO

1- A má alimentação apresenta maior risco de mortalidade que o risco combinado de sexo desprotegido, álcool, drogas e fumo à saúde.

2- Se não alterarmos as políticas atuais, até 2030 o número de adultos obesos e com sobrepeso subirá de um para três bilhões.

3- A má alimentação é o principal fator que eleva o peso de doenças no mundo.

BAIXE O RELATÓRIO

DADOS SOBRE A MERENDA ESCOLAR

1- No Quênia, a renda dos produtores aumentaria em US$50 por ano se as escolas comprassem seu milho para a merenda escolar.

2- Quando há merenda escolar, o número absoluto de matrículas de meninas aumenta em 28%. (Estudo em 32 países africanos).

3- As crianças que comem na escola ganharam em média 0.7kg no decorrer do ano.

BAIXE O SUMÁRIO (Em inglês)

DADOS SOBRE COMPORTAMENTO DOS CONSUMIDORES

1- Na África Subsaariana, 15 dos 20 principais fatores de risco à saúde são comportamentais. Os outros cinco são altamente influenciados pelo comportamento.

2- Comer 10 porções diárias de frutas e verduras está associado a 33% menos risco de derrame e 31% de redução na mortalidade precoce.

3- Seguir a recomendação de consumo diário de 5 porções custaria 52% da renda de domicílios de baixa renda em Bangladesh, Índia, Paquistão e Zimbabué.

BAIXE O SUMÁRIO (Em português)

DADOS SOBRE AMBIENTES ALIMENTARES

1- O gasto em refrigerantes, lanches, refeições prontas e sorvetes aumentou em 75% no Brasil, 50% na Colômbia e 42% na Tailândia (2007-2012).

2- O valor que as empresas de alimentos e bebidas investiram em propaganda correspondeu a 17% de todo o gasto global em mídias em 2012.

3- O milho recebe 45% do investimento do setor privado em pesquisa agrícola, em detrimento de cultivos nutritivos como frutas, verduras, grãos, sementes e nozes.

BAIXE O SUMÁRIO (Em português)

DADOS SOBRE A SEGURANÇA DE ALIMENTOS

1- Crianças correspondem a 9% da população mundial, mas totalizam 33% das mortes relacionadas à contaminação alimentar.

2- A contaminação por aflatoxina contribuiu para o declínio da participação da África ocidental no mercado de amendoim, de 77% na década de 1960 para 4% em 2010.

3- Toxinas naturais produzidas por fungos (micotoxinas) podem ser altamente carcinogênicas para os consumidores, e se relacionam à imunossupressão e ao atraso do crescimento na infância.

BAIXE O SUMÁRIO (Em inglês)

DADOS SOBRE AGRICULTURA E CLIMA

1- A demanda por alimentos aumentará 14% por década até 2050 em resposta ao crescimento populacional, à urbanização e a incrementos de renda.

2- Estima-se que as mudanças climáticas levarão a uma queda de 2% na produção agropecuária por década até 2050.

BAIXE O SUMÁRIO (Em inglês)

DADOS SOBRE O CUSTO DA DESNUTRIÇÃO

1- Uma redução de 20% nos níveis globais de raquitismo representaria aumento de renda em 11%. 

2- Cada perda de 1% na altura atingida até a idade adulta reduz os ganhos salariais em 2,4%.

3- Na maioria dos países africanos, cada dólar investido na redução da subnutrição infantil crônica rende US$18 de volta à sociedade. 

BAIXE O SUMÁRIO (Em inglês)

DADOS SOBRE FORTIFICAÇÃO E BIOFORTIFICAÇÃO

1- A farinha de trigo fortificada com ácido fólico ajuda a reduzir defeitos congênitos, enquanto o sal iodado ameniza danos cerebrais.

2- Batata doce de polpa laranja com betacaroteno pode resultar em maior aceitação do consumidor e melhores níveis de vitamina A.  

3- Milho com alto teor de betacaroteno é comprovadamente tão eficiente quanto suplementos.

BAIXE O SUMÁRIO (Em inglês)

DADOS SOBRE SISTEMAS ALIMENTARES E ALIMENTAÇÃO

1-A má alimentação apresenta maior risco de mortalidade que o risco combinado de sexo desprotegido, álcool, drogas e fumo à saúde.

2- Se não alterarmos as políticas atuais, até 2030 o número de adultos obesos e com sobrepeso subirá de um para três bilhões. 

3-A má alimentação é o principal fator que eleva o peso de doenças no mundo.

BAIXE O RELATÓRIO (Em inglês)

In partnership with: